topo

Seminário Internacional de Mobilidade Urbana 2014

 

Integração e padronização da mobilidade urbana. Desafios e  investimentos para os próximos anos no Brasil.
 
 

Atualmente, as questões relacionadas com a mobilidade ocupam um lugar de destaque no quadro dos problemas que caracterizam as áreas urbanas e a ocupação do solo.
 
O tema tem sido muito estudado e debatido, no entanto, em relação a alguns pontos ainda não existe consenso, sobretudo no que diz respeito ao potencial das políticas de planejamento do uso do solo e dos transportes como forma de alcançar uma mobilidade sustentável.
 
Entender que sustentabilidade está intimamente ligada ao tripé meio ambiente, social e economia; ou seja, representa um estado idealizado de sociedade onde as pessoas vivem de forma digna, confortável, produzem, satisfazendo as suas necessidades, em ambiente saudável e socialmente justo, de modo a não comprometer a possibilidade de outros seres humanos de fazer o mesmo agora e no futuro distante é fundamental para buscar a mobilidade urbana sustentável.
 
Diferenciar o que precisamos para hoje e para amanhã do que achamos que queremos é uma tarefa árdua. TAV, trens rápidos? Biodiesel ou eletricidade? E muitas outras questões que necessitam de respostas urgentes.
 
Concomitantemente a expansão urbana no Brasil ocorre de forma acelerada e precária em relação ao ordenamento de seus territórios. As cidades passam por um processo de verticalização recebendo empreendimentos capazes de produzir ou atrair muito tráfego; as políticas públicas provocam o aumento da frota veicular, consequentemente alterando a dinâmica espacial, viária e ambiental. 
 
É portanto fundamental que se elaborem políticas públicas atuantes, de forma conjunta entre o planejamento urbano e o de transportes, que garantam a população melhores condições em seus deslocamentos, eficiência e segurança por meio de uma mobilidade urbana sustentável e com uma acessibilidade calcada nos princípios de um desenho urbano universal. 
 
O seminário, o CAU e o Arquiteto
 
Dada a relevância do Arquiteto e Urbanista na construção das cidades e, consequentemente, na forma como as pessoas se deslocam, a participação do CAU é de fundamental importância para o sucesso do Seminário.
 
O Conselho, se fazendo presente nesses eventos, fortalece o entendimento da arquitetura por parte da sociedade e se aproxima do profissional.
 
O profissional, por sua vez, se aprimora, amplia seus conhecimentos, tem a oportunidade de conhecer outras realidades e iniciativas, expor seu ponto de vista e mostrar sua importância.
 

 

Sobre a AEA/SJCampos

A Associação de Engenheiros e Arquitetos de São José dos Campos nasceu em 1958 para contribuir com a qualificação e representação dos profissionais na cidade, além de incentivar a participação dos engenheiros e arquitetos no desenvolvimento. São José dos Campos é hoje a cidade do Brasil com o maior número de engenheiros e arquitetos em proporção ao número de habitantes.

 

www.aeasjc.org.br

 

Comissão Organizadora

Alex Verdussen

Carlos Vilhena

Giuliana Fiszbeyn

Maria Sílvia Cardoso Paiva

Rodrigo Roveri

Secretária Executiva - Sílvia Assis

 

contato@mobilidadebrasil.org.br

(12) 3921-6259

Comentar Publicação